O papel do Marketing na Economia dos Aplicativos (Marcus Vinicius Giorgi*)


A revolução causada pela popularização e pela verdadeira paixão por dispositivos móveis transformou o jeito como nos relacionamos com o tempo, o trabalho, o consumo e com as pessoas. Os smartphones deixaram à distância de um toque um mundo de possibilidades que gira no ritmo da instantaneidade. A Economia dos Aplicativos é uma megatendência mundial que consiste em querer fazer tudo por meio de aplicativos. Isso muda não só o dia a dia dos consumidores, mas também a rotina das empresas. É preciso garantir a estabilidade dos sistemas e, ao mesmo tempo, inovar, lançar e manter no ar aplicativos seguros, ágeis e que sejam úteis.

Pesquisa global da CA Technologies em parceria com a Vanson Bourne mostra que 24% das empresas do mundo estão inseridas na Economia dos Aplicativos. No hiperconectado Brasil, o índice chega a 89%. E a inovação já traz resultados: de acordo com o estudo, essas corporações têm, em média, 106% mais receita, 68% mais lucratividade e 50% mais novos negócios do que aquelas que ainda não despertaram para essa tendência. Estima-se que a Economia dos Aplicativos vá movimentar US$ 25 bilhões neste ano.

A inovação tornou-se o centro estratégico dos negócios. Um elemento fundamental para que os líderes empresariais vislumbrem novos caminhos. Na nova economia, o departamento de Marketing tem papel central em trazer para casa essa discussão e em estimular essa inovação. O Marketing é o posto privilegiado de contato e de observação do consumidor, e, na Economia dos Aplicativos, o consumidor é rei.

No modelo tradicional, o Marketing só entra em ação quando um produto, concebido pela área de pesquisa e desenvolvimento, está prestes a ser lançado. Mas a Economia dos Aplicativos subverte essa lógica, e o Marketing, termômetro do mercado, passa a ter participação em todo o processo de criação, enriquecendo-o com dados e insights sobre os desejos, necessidades e sentimentos do consumidor.

Outro fator vital nesse cenário é a interação com o usuário por meio das redes sociais e dos canais de compartilhamento de informações. A decisão de compra não é mais bilateral – vendedor X consumidor –, mas sim multilateral. O cliente consulta a internet, sites colaborativos de defesa do consumidor, grupos no Facebook, avalia e verifica a nota e as resenhas sobre os aplicativos da companhia, testa o mesmo e é influenciado pelas experiências do usuário por meio das redes sociais. Forma-se então um complexo mosaico. O Marketing tem as ferramentas e a expertise para digerir e alinhar essa teia de informações e apresenta-la com insights e oportunidades de negócios aos tomadores de decisão das empresas.

Um exemplo do sucesso dessa integração foi o lançamento do aplicativos Nike+, que funciona como um personal trainer digital para pessoas que praticam esportes. O aplicativo foi desenvolvido a partir de um esforço colaborativo entre os departamentos de Marketing e Criação.

Está nas mãos do Marketing ainda escolher ferramentas e estruturar o grande volume de dados trazidos à tona pela Internet das Coisas, que faz parte do panorama da Economia dos Aplicativos. Quando falamos que o Brasil tem 154 milhões de smartphones, estamos falando de milhares de sensores acoplados a esses aparelhos. Eles captam e transmitem dados de luz, pressão atmosférica, movimento, altitude, biometria, batimentos cardíacos, posicionamento, aceleração, etc. Esse gigantesco volume de dados contém informações preciosas sobre hábitos e anseios dos usuários, mas de nada valem sem soluções de Big Data, Analytics e, acima de tudo, de inteligência para extrair o máximo valor deles.

Assim, o Marketing toma uma posição central como indutor da inovação e do ingresso das empresas nessa era digital, um processo irreversível para toda organização que queira vencer na Economia dos Aplicativos.

*Marcus Vinicius Giorgi é vice-presidente de Marketing da CA Technologies para a América Latina

SOBRE A CA TECHNOLOGIES

CA Technologies (NASDAQ: CA) cria softwares que potencializam a transformação das empresas e lhes permite aproveitar as oportunidades da economia dos aplicativos. Software está no centro de todas as empresas em todos os setores. Do planejamento ao desenvolvimento, da gestão à segurança, a CA Technologies trabalha com empresas em todo o mundo para mudar a maneira como vivemos, compramos, vendemos e nos comunicamos – por meio da nuvem (privada e pública), de plataformas móveis e de ambientes de TI, dos distribuídos ao mainframe. Saiba mais em www.ca.com/br.

NOTICIAS JURIDICAS

Copyright © 2015 CA. Todos os direitos reservados. Todas as marcas comerciais, nomes comerciais, marcas de serviço e logotipos aqui mencionados pertencem às suas respectivas empresas.

Destaque do blog da CA

Os assuntos e as tendências mais recentes que estão moldando a economia dos aplicativos.

Contato
Fale conosco 0800 771 6350
Fale conosco

Chat with CA

Just give us some brief information and we'll connect you to the right CA ExpertCA sales representative.

Our hours of availability are 8AM - 5PM CST.

All Fields Required

connecting

We're matching your request.

Unfortunately, we can't connect you to an agent. If you are not automatically redirected please click here.

  • {{message.agentProfile.name}} will be helping you today.

    View Profile


  • Transfered to {{message.agentProfile.name}}

    {{message.agentProfile.name}} joined the conversation

    {{message.agentProfile.name}} left the conversation

  • Your chat with {{$storage.chatSession.messages[$index - 1].agentProfile.name}} has ended.
    Thank you for your interest in CA.


    Rate Your Chat Experience.

    {{chat.statusMsg}}

agent is typing