Pokémon GO reinventa, de novo, a Nintendo


Como o jogo de realidade aumentada que conquistou devotos pelo mundo todo transformou os negócios de uma companhia de futuro incerto, mas que nunca deixou de arriscar

A febre do Pokémon Go nos últimos dias sacudiu o mundo dos games – já foram mais de 10 milhões de downloads. De uma companhia de futuro incerto, a Nintendo voltou a trend setter do setor, como nos áureos tempos do NES e do Game Boy. A empresa experimentou uma valorização de 70% em suas ações em apenas uma semana. É a força da Transformação Digital.

O motor de toda essa mudança foi nada mais (ou nada menos, nos dias atuais) que um aplicativo. Ideias, desenvolvimento, trabalho e tecnologia concretizados na forma de um app. Essa transformação por meio do digital afeta não só o mercado de jogos, mas cada setor da economia, no mundo todo. Se há uma corrida por games realísticos, com roteiro e trilha sonora de cinema e processos longos de criação, a Nintendo conquistou o coração dos usuários com um jogo de mecanismo e estética simples, acesso fácil – está no celular, ao alcance das mãos o dia todo – e com lançamento contínuo de atualizações.

Interessante notar que, mesmo que nem sempre bem-sucedida, a Nintendo nunca deixou de arriscar. A empresa já apostava em mobilidade em 1989, quando lançou o Game Boy, fenômeno que vendeu mais de 150 milhões de sistemas no mundo. Seis anos depois, anunciava o Virtual Boy, console portátil que pretendia simular realidade virtual, mas rendeu muita dor de cabeça (literalmente!) aos gamers e acabou descontinuado oito meses após seu lançamento.

Essa corrida pela inovação, mesmo que com tropeços pelo caminho – o Pokémon GO também experimenta os seus, como veremos a seguir –, mostra a diferença que faz uma empresa trazer em sua história a curiosidade e a disposição de investir energia e dinheiro no novo. Hoje, essa característica tornou-se pré-requisito para sobreviver em um mundo cada dia mais digital e baseado na experiência do usuário.

O Pokémon GO já ultrapassou, em número de horas gastas por seus usuários, redes sociais tão populares quando o Twitter, Facebook e Snapchat. Levantamento do Sensor Tower indica que, em média, jogadores de Pokémon GO gastam 33 minutos e 25 segundo por dia no aplicativo.

Para quem estava em alguma galáxia muito muito distante nos últimos dias, o objetivo geral do Pokémon GO é simples: pegar o máximo possível de Pokémons. O aplicativo do jogo usa sua localização e vai escondendo Pokémons nas proximidades, no melhor estilo da famosa busca aos ovos de Páscoa - para usar na comparação dois bichos fofinhos.
Você tem de explorar os cantos ao seu redor para tentar descobrir onde os Pokémons estão escondidos. Usando a câmera do seu celular como uma janela para esse ambiente virtual, você é capaz de assistir seu personagem andar na rua e mover-se como se estivesse na vida real. Outros postos espalhados pelo ambiente real/virtual, chamados PokéStops e PokéGyms ajudam a turbinar as habilidades do seu personagem.

O jogo e os desafios da tecnologia

A ascensão meteórica do jogo vem causando alguns problemas que a turma de TI conhece muito bem:

  • O sistema do jogo parece estar caindo sob a pesada carga de usuários. Pode ser difícil prever capacidade, especialmente quando algo se torna viral. Um bom monitoramento, é claro, pode ajudar a encontrar as áreas problemáticas rapidamente.

  • Embora haja controvérsias sobre o tema, os desenvolvedores podem não ter protegido adequadamente o certificado da API do jogo, permitindo potenciais acessos aos dados do jogo.

  • Enquanto o jogo não oferece formas adicionais de fazer login, se você estiver usando sua conta do Google, o Pokemon Go está tendo acesso muito livre a esse ambiente - a ponto de poder, teoricamente, acessar seu Google Drive e documentos. Isso é bem preocupante no que diz respeito à segurança. Felizmente, a Nintendo está ciente desse problema e corre para tentar corrigi-lo.

Muitas organizações encontram problemas semelhantes ao embarcar em uma jornada de transformação digital. Entregar uma grande experiência do usuário, garantir que APIs e dados estejam seguros e proporcionar segurança forte - mas sem atritos – são fatores importantes, independentemente do ramo de atuação.

Nada de mundo ideal, mesmo no mundo real

Há também algumas questões do mundo real a se tratar sobre o Pokemon Go:

  • O jogo permite aos usuários definir "iscas" para atrair outros jogadores para um local particular. Ainda que a ação seja válida apenas por um curto período de tempo, há relatos de que algumas pessoas não muito bacanas estão usando esse recurso para assaltar jogadores.

  • Como se poderia imaginar, alguns jogadores mais preguiçosos podem fazer a caça aos Pokemons enquanto dirigem. Portanto, o risco de acidentes e multas é o mesmo de quem manda mensagens ao volante, por exemplo. Já há relato no Texas sobre uma pessoa que causou um acidente ao sair do seu carro para pegar um Pokemon.

  • Pais podem ter uma surpresa desagradável ao fim do mês ao receberem nas contas de celulares de seu filhos aquele adicional salgado de uso de internet além do pacote contratado.

Do lado positivo, o jogo parece ter começado a tirar as crianças do sofá - o que, convenhamos, já é uma bela vitória.

SOBRE A CA TECHNOLOGIES

CA Technologies (NASDAQ: CA) cria softwares que potencializam a transformação das empresas e lhes permite aproveitar as oportunidades da economia dos aplicativos. Software está no centro de todas as empresas em todos os setores. Do planejamento ao desenvolvimento, da gestão à segurança, a CA Technologies trabalha com empresas em todo o mundo para mudar a maneira como vivemos, compramos, vendemos e nos comunicamos – por meio da nuvem (privada e pública), de plataformas móveis e de ambientes de TI, dos distribuídos ao mainframe. Saiba mais em www.ca.com/br.

NOTICIAS JURIDICAS

Copyright © 2016 CA. Todos os direitos reservados. Todas as marcas comerciais, nomes comerciais, marcas de serviço e logotipos aqui mencionados pertencem às suas respectivas empresas.

Contatos para a imprensa


Louriero Thiane

CA Technologies

Débora Silva

CA Technologies
Telefone: +55 11 5503 6363

Eduardo Gaggini

Zeno Group
Telefone: 11 3146.0977

Carolina Freitas de Mendonça

Zeno Group - Brasil
Telefone: 11 3146.0977

Larissa Rosa

Zeno Group - Brasil
Telefone: 11 3146.0977

Manuel Pinto

Zeno Group
Telefone: 11 3146.0977

Destaque do blog da CA

Os assuntos e as tendências mais recentes que estão moldando a economia dos aplicativos.

Central da moderna fábrica de software

Aqui, você encontra dicas, ferramentas e informações para impulsionar sua transformação digital.

Chat
Sobre o quê você gostaria de conversar?
Contato
Fale conosco 0800 771 6350
Fale conosco