Elementos para a aplicação da transformação digital nas empresas

Por Fevereiro 5, 2018

Se nos perguntarmos neste momento: como será o futuro digital? Não conseguiríamos responder com precisão. No entanto, observando que as indústrias sofrem disrupção digital o tempo todo, como exemplo temos as indústrias de hotelaria e de táxis, que foram tomadas pelos serviços Airbnb e Uber, respectivamente.

Apenas para ter uma ideia de como a disrupção digital acelera cada vez mais no mundo, se analisarmos o passado entre 1950 e 1980, as empresas usavam mainframes grandes, com processamento batch, no qual os engenheiros tinham que levar seu trabalho ao local onde se encontrava o mainframe. Mais tarde, entre 1980 e 2000, o backbone da Internet foi construído e, com ele, foi possível obter computadores no mercado de PCs entre 1000 e 3000 USD, o que proporcionou aos funcionários poder trabalhar sem ter que ir ao centro de informática. Finalmente, do ano 2000 à atualidade, com a existência da Amazon, Google e dispositivos móveis, você pode ter acesso a todas as informações da empresa de qualquer lugar, caso tenha acesso remoto.

Como é possível observar, a velocidade da inovação é cada vez mais maior, mas para aplicar estes conceitos numa empresa, são necessárias algumas mudanças:

  • Plataforma de capacitores que eliminam barreiras entre ideias e resultados;
  • Novas tecnologias disponíveis, como Inteligência Artificial e Internet de Coisas;
  • Um mundo completamente conectado, em que uma grande corporação pode ter acesso às mesmas soluções para implementar suas ideias;

Algumas das opções que as empresas têm face à disrupção digital:

  • Ignorar a transformação digital e não obter os benefícios da mudança;
  • Continuar explorando os produtos atuais;
  • Gerar novos processos, mercados e procedimentos – o que pode ser muito complicado;
  • Manter os mercados e canais atuais, enquanto investe na criação de novas oportunidades por meio da estratégia de transformação digital que capitaliza a mudança;

As etapas para implementar a transformação digital:

  • Uma análise das capacidades e recursos da empresa deve ser realizada para poder propor metas e um roadmap. Deve-se ter de forma clara onde o valor é agregado.
  • Colocar o cliente no centro da estratégia de transformação digital. A partir deste ponto, analisar onde devem-se aplicar os processos, considerar novas práticas como os microsserviços, arquitetura baseada em APIs, agilidade, DevOps e Continuous Delivery para a entrega mais rápida e com maior qualidade do software que habilita os serviços.
  • As capacidades que não existam na organização devem ser complementadas com fornecedores que possam adicionar as capacidades atuais da empresa. Devem ser divididas as empresas fornecedoras com uma visão e soluções que possam ser integradas ao atual ecossistema, como a Fábrica Moderna de CA Technologies.
  • Os riscos devem ser eliminados por meio da implementação da segurança cibernética, instalando o novo perímetro de segurança com base na identidade do usuário, já que a maioria das brechas recentes foram por violar a identidade de usuários com privilégios de acesso à informação.

O objetivo da transformação digital, portanto, é aumentar o valor da empresa e o núcleo da organização que faz com que a companhia funcione com sucesso por meio de pessoas, processos e tecnologia. É por isso que esses elementos devem ser considerados na transformação.

Escrito por Narciso Lucero
Business Tech Architect at CA Technologies
LinkedIn: @luceronarciso